perksofclary:

Sentiu um nó se formando em sua garganta e ficou meio inquieta conforme ele falava, voltando o olhar para o garoto novamente e agradecendo mentalmente por ele estar de olhos fechados assim poderia olhá-lo sem que ele notasse aquilo. Engoliu em seco ao final de tudo, ficando por alguns momentos em silêncio enquanto o observava e tentava digerir tudo o que ele havia dito. — Só não voe para muito longe de mim, Bennie. Eu ainda existo… Por mais que não pareça. — soltou um riso amargo, desviando o olhar novamente.

Eu sei que você existe, Clary, você é a única coisa que… — suspirou baixo, engolindo a própria frase ao voltar a abrir os olhos — Só acho que eu tenho medo demais de voar por muito tempo. Sabe o que dizem, se você se acostuma com isso, acaba se esquecendo de colocar os pés no chão novamente. 

1 month ago34 notes • via perksofclary

perksofclary:

Olhou-o pelo canto dos olhos, reprimindo um suspiro. Não gostava realmente de falar daquilo com o garoto, pois a pontada de ciúmes sempre surgia dentro dela, mas a sua curiosidade sempre conseguia falar mais alto que qualquer coisa. — Como é? — perguntou finalmente, voltando o olhar para cima de novo. — Estar apaixonado, quero dizer… O que você sente?

Complicado. Nesse caso eu acho que é complicado — riu de forma baixa, mesmo que não tivesse um humor eminente e fechou os olhos, a única maneira que achou para que não acabasse fitando a garota — Mas é como… Voar. Quer dizer, eu nunca voei, mas eu acho que deve ter essa sensação. De tudo ficando mais leve, de si mesmo ficando mais leve, de ver as coisas de um jeito mais bonito e sincero — mordeu o lábio inferior, ficando quieto por alguns segundos — É outro mundo. Quando eu olho para ela, é como se… Ninguém mais existe, porque ela faz esse trabalho pro mundo inteiro.

1 month ago34 notes • via perksofclary

perksofclary:

Bobagem. As estrelas também são muito distantes, mas elas continuam sendo minhas coisas favoritas no mundo inteiro… Depois de você, é claro. — riu baixinho, deitando-se de costas na manta enquanto mantinha o olhar sobre ele. — Eu não sei quem disse uma vez, acho que foi uma dessas autoras do continente… ”Motivos pra desistir você vai encontrar vários, mas para amar só basta um.” — comprimiu um pouco os lábios, desviando o olhar para o céu. — Você gostar dela.

Riu baixo ao ouvir ela, observando-a pelo canto do olho deitar-se para trás e logo suspirou baixo em seguida, percebendo que tinha travado uma guerra própria entre o polegar e o indicador de uma das mãos — Eu não gosto dela — deitou-se para trás também, ajeitando-se ao lado da menina e ficou fitando o céu, apesar de que não fosse a coisa mais fácil de se ver pela copa das árvores ali — Eu estou perdidamente apaixonado por ela. E isso é o pior.

1 month ago34 notes • via perksofclary

perksofclary:

Voltou o olhar pra ele, fitando-o enquanto ele falava e soltou um suspirou por fim, tirando o rosto das mãos do garoto para poder desviar o olhar — É cedo demais para decidir qualquer coisa. Acho que posso correr dessas coisas mais um pouco, pelo menos. — riu baixo, voltando o olhar pra ele — Mas e quanto à você? Como vai com a garota que estava interessado? Teve algum progresso digno da minha atenção ou eu mesma vou ter que interferir pra fazer dar certo?

Revirou os olhos quando a viu desviar o rosto, tornando a apoiar as mãos na manta no chão e abaixou o rosto quando a ouviu, dando de ombros de forma vaga — Nada que possa ser importante. Essa garota é, em todos os casos, um pouco mais distante do que eu pensei que era séria, sabe?! — olhou para a menina brevemente, entortando um pouco os lábios em um sorriso ao olhar para baixo novamente — Mas eu não sei se eu consigo desistir dela.

1 month ago34 notes • via perksofclary

perksofclary:

Cam aceitaria qualquer coisa desde que isso desse à ele mais créditos do que o Cedric tem — torceu um pouco o nariz, pensando um pouco no que ele disse em seguida e acabou por dar de ombros — Eu não sei, parece muita responsabilidade e você me conhece, eu sou o pior exemplo de pessoa responsável dessa ilha. Não sei se seria uma boa mãe, então se um dia eu conseguir convencer minha família de que seria mais prudente deixar que um de meus irmãos desse continuidade à raça, acho que também seria mais prudente não fazer quaisquer outras crianças dependerem de mim.

Por deuses — revirou os olhos ao ouvir a menina, dando um jeito de ficar mais perto dela e segurou seu rosto, fazendo com que ela olhasse para si — Escuta bem o que eu vou te falar, Clarissa. Você não é nenhuma irresponsável. Algumas vezes nós só recebemos mais do que podemos suportar, todo mundo é um pouco assim, eu tenho certeza de que você não é a primeira melarkiana que tem super problemas com seus poderes, e certeza de que não vai ser a última. Olha, qualquer criança séria feliz por te ter como mãe, e eu não estou falando isso porque sou seu melhor amigo, eu estou falando isso porque não sou cego! 


perksofclary:

Ainda não sabe da história? — franziu o cenho, entrelaçando os dedos aos dele por fim para prosseguir — Cada geração Melark tem três primogênitos, sendo que somente a garota de cada geração carrega os genes da raça. Ou seja, a continuidade da raça depende de nós, então por mais que eu me casasse com alguém de outra espécie, eu ainda seria a responsável por dar continuidade aos melarkinos. — suspirou, negando levemente com a cabeça — Só se eu pedisse pro Amun para… Sei lá, passar o bastão para o Cedric ou para o Cam, mas meu pai me mataria se eu fizesse isso.

Escutou a menina com atenção, mas acabou assentindo depois, apesar de não ter certeza se tinha entendido direito tudo aquilo — Parece complicado. Você acha que nenhum dos dois iriam querer isso? Quer dizer, Cam tem cara de quem aceitaria, e talvez por ser o mais velho ele provavelmente viria a se casar primeiro, não? Ou sei lá, eu não sei como funciona essas coisas — deu ombros — Sabe o que você podia fazer? Adotar. Tem tanta criança que chega aqui na ilha perdida, sem pais e sem saber o que fazer.


perksofclary:

Sorriu com as palavras do garoto, aproveitando que ele se aproximara para poder repousar a cabeça no ombro dele. — Obrigada, Bennie. Você é o melhor — buscou a mão dele com a própria, pegando-a entre as suas quando a encontrou e começando a brincar com seus dedos enquanto pensava por um momento, decidindo falar por fim — Eu tenho pensado muito nisso nos últimos dias. Sobre ser prisioneira da minha espécie, eu digo. Sabe qual é a pior coisa de ser a garota dos Melark? Saber que seus filhos serão obrigados a passar por isso também. — suspirou, ainda brincando com os dedos dele enquanto falava — Não quero que meus filhos tenham que passar por essas coisas.

Eu sei disso. Mas eu só sou o melhor porque é pra você — sorriu de canto, deixando que ela pegasse sua mão, e franziu um pouco a testa a ouvindo em seguida — Seus filhos estão vetados a serem melarkianos? Tipo, todos? Mas não tem a regra dos três? E se caso, eu não sei, você tiver filho com alguém de outra espécie? Mesmo assim ia nascer um igual à você? Quer dizer, os genes podem ser mais forte, não podem?


perksofclary:

Eu queria que fosse assim tão simples. — torceu o nariz, rindo baixinho mesmo que o som não saísse com o humor de sempre — Estou te chamando pra ser meu acompanhante em uma cerimônia de três dias. Nos dois primeiros são as amostras de poderes, e o baile de encerramento é só no terceiro dia. Uma semana antes de tudo eu passo a não poder sair do castelo, pois preciso me preparar para a amostra. É por isso que sempre sumo nessa época do ano, eu meio que viro uma prisioneira da minha raça.

Não e preocupe com isso, Clary — balançou um pouco a cabeça,  arrastando-se na toalha para ficar mais perto da menina — Eu vou, certo? Vou estar lá do seu lado e você não vai precisar pensar em mais ninguém além de mim no meio de todo mundo. Sabe por quê? Porque o mundo sempre vai ser mais fácil desse jeito. Quando sou apenas eu e você. E no meio de todo mundo, você vai estar me vendo e eu vou estar lá apenas por você.

1 month ago34 notes • via perksofclary

perksofclary:

E sabem da mesma forma que é totalmente recíproco, não sei porque ainda está batendo nessa tecla — riu baixo, negando de leve com a cabeça consigo mesma — É, eu sinto falta daquela inconsequência. Agora todos parecem estar observando, sempre em cima, esperando a próxima bola fora que vamos dar. É bem sufocante — suspirou baixo, rolando os olhos para a fala seguinte dele e rindo baixinho novamente — Não é isso o que eu quero, quer dizer, eu quero, mas ainda estou bolando uma forma de conseguir isso. — assentiu, pegando outro morgando e observando a fruta ao falar — Então, vai ter essa cerimônia totalmente chata e totalmente desnecessária que eles ainda fazem todos anos, para comemorar o aniversário da família, e você sabe, eles sempre fazem aquele baile, seguido daquela amostra de poderes que eu tanto odeio. — fez uma careta, dando uma mordida no morango — Eu não sei, seria legal se você estivesse lá comigo…

Acabou abrindo um sorriso mais do que significativo quando ouviu a menina, dando outra mordida na maça como se estivesse fingindo que estava ponderando o assunto, o que era uma verdadeira encenação, já que ele tinha a resposta pronta na ponta da língua — Está me chamando para ser seu acompanhante em um baile, Clary? Ainda achei que fossem os rapazes que fizessem isso.

1 month ago34 notes • via perksofclary

perksofclary:

Estou falando isso agora justamente por esse motivo: Não tem mais ninguém aqui, então ninguém vai me ver sendo uma total piegas — torceu o nariz e riu baixinho, pegando um morango e sorrindo com o que ele falara enquanto fingia analisar a fruta — Você já me agrada todo dia, Ben, não precisa se sentir obrigado a fazer coisas assim. — deu de ombros, mordendo o morango antes de falar novamente — Mas se você quiser me agradar mais ainda, tem algo que pode fazer…

Todos sabem que você me ama com toda a sua vida, Clary Melark, não adianta esconder, está basicamente escrito na sua testa — assentiu, ainda com o tom brincalhão em sua voz — Eu não sei. Nós estamos basicamente sempre juntos, e não ao mesmo tempo. Sinto falta de quando éramos mais novos e podíamos sei lá, sair correndo por ai e fazendo coisas que os adultos fosem brigar depois. Agora é muita responsabilidade para carregar — mordeu a maça finalmente — Ah não, Clary, eu já disse que não vou me transformar na sua frente. 

1 month ago34 notes • via perksofclary

MH